As mensalidades a serem pagas pelos filiados aos Sindilabs-GO em 2021 não terão reajuste. O valor cobrado será o mesmo adotado neste ano.

 

O congelamento da mensalidade foi anunciado hoje, 27, durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO) do Sindicato, que discutiu a previsão orçamentária para o próximo ano.  A AGO contou com a participação da presidente Christiane do Valle, de representantes dos filiados e assessores do Sindilabs-GO.

 

Outro tema em pauta foi o não pagamento dos prestadores de serviços de saúde vinculados ao SUS, que ainda não receberam os recursos repassados pelo Ministério da Saúde aos municípios goianos para auxiliar os hospitais, laboratórios, clínicas e bancos de sangue neste período de pandemia.

 

A presidente relembrou as ações já desenvolvidas pelo Sindilabs-GO visando o cumprimento das leis federais e citou que, em Goiás, somente Anápolis pagou os prestadores e, mesmo assim, parcialmente. “As outras cidades receberam os recursos federais e não repassaram o pagamento aos prestadores”, disse.

 

Recém-empossado no Conselho Estadual de Saúde de Goiás, o Sindilabs-GO já acionou esse órgão em busca de apoio para o cumprimento da lei. Christiane do Valle citou também que em live recente, realizada pela Fehoesg, o candidato a vice-prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, se comprometeu a analisar e agilizar esse pagamento, caso eleito. “Vamos continuar trabalhando, cobrando e defendendo o direito dos prestadores de receber esse pagamento”, disse a presidente.

 

 

 

 

Categorias: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *